quarta-feira, 23 de maio de 2018

Ex-governador Azeredo é considerado foragido pela Polícia Civil de Minas


Eduardo AzeredoFoto: José Cruz/ Agência Brasil

O ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB) já é considerado foragido pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (23).

Azeredo, 69, teve o mandato de prisão expedido pelo Tribunal de Justiça na tarde desta terça (22). Ele foi condenado a 20 anos e 1 mês de prisão por peculato (desvio de dinheiro público) e lavagem de dinheiro no esquema do mensalão tucano.

A Polícia Civil não sabe o paradeiro de Azeredo e não consegue contato com os advogados. Na noite de terça, havia uma negociação em curso para que ele se entregasse, o que pode acontecer em qualquer delegacia.

Nesta quarta, policiais estão nas ruas em busca do tucano em Belo Horizonte. Há policiais em frente o apartamento de Azeredo, mas ele não aparece no local desde a tarde de terça.

Em seu julgamento, o Tribunal de Justiça seguiu o entendimento do STF (Supremo Tribunal Federal) de que o cumprimento da pena deve começar após a condenação em segunda instância.

Azeredo perdeu todos os recursos na corte, inclusive os embargos de declaração julgados nesta terça - considerado o último recurso possível antes da prisão.

A defesa ainda aguarda decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça) sobre pedidos de habeas corpus.

O caso

Azeredo foi inicialmente condenado em 2015, mas recorreu ao Tribunal de Justiça. Em agosto passado, por dois votos a um, os desembargadores mantiveram a condenação em segunda instância.

Desde então, Azeredo teve dois recursos negados no TJ - o último no dia 24.

A denúncia oferecida em 2007 pela Procuradoria-Geral da República, quando Azeredo ocupava o cargo de senador, acusa o tucano de desviar R$ 3,5 milhões de empresas estatais de Minas (Copasa, Comig e Bemge) para financiar sua campanha.

As empresas pagaram os valores para a SMP&B, do publicitário Marcos Valério, para supostamente patrocinar três eventos esportivos. A orientação para que as estatais concedessem o patrocínio partiu da Secretaria de Comunicação do governo.

As investigações mostram, porém, que os recursos foram usados para cobrir empréstimos da campanha junto ao Banco Rural.

O processo de Azeredo teve início no STF, com o acolhimento da denúncia em 2009. Em 2014, quando a ação estava pronta para ser julgada e o tucano era deputado federal, ele renunciou ao cargo, numa estratégia para voltar à primeira instância e retardar o fim do processo.

Outros acusados no mensalão tucano

Condenados em primeira instância, podem recorrer em liberdade:
- Renato Caporali Cordeiro, ex-diretor de estatal;
- Eduardo Pereira Guedes Neto, ex-secretário adjunto de Comunicação;
- Clésio de Andrade, ex-senador de Minas (PSDB).

Julgamento em primeira instância próximo:
- Marcos Valério, publicitário;
- Ramon Hollerbach, sócio;
- Cristiano Paz, sócio.

Punibilidade extinta por prescrição:
- Walfrido dos Mares Guia, ex-vice-governador de Minas;
- Cláudio Mourão, tesoureiro da campanha de Azeredo;
- Lauro Wilson, ex-diretor de estatal.

FONTE: FOLHAPRESS,

Caminhoneiros bloqueiam 11 pontos de rodovias em Pernambuco


Caminhoneiros fecham trecho da BR-101 Norte, na altura do Assai AtacadistaFoto: Arthur Mota / Folha de Pernambuco

Os caminhoneiros protestam pelo terceiro dia seguido contra o aumento nos preços dos combustíveis - há registros de interrupções em São Paulo, Rio de Janeiro e no Espírito Santo. O estado de Pernambuco amanheceu nesta quarta-feira (23) com 11 pontos de rodovias bloqueados por caminhões.

Na Região Metropolitana foram registrados dois pontos de bloqueio na BR-101 , o primeiro no km 50, próximo ao município de Abreu e Lima, e ou outro no km 83, no município de Jaboatão dos Guararapes e próximo ao Complexo Portuário e Industrial de Suape onde os manifestantes impedem que caminhões-tanque levem carregamentos de combustível para os postos de gasolina.

Por volta das 12h, um novo ponto da BR-101 foi interditado. Manifestantes bloquearam com fogo o km 41 da via, mas Corpo de Bombeiros foi acionado e uma das faixas foi aberta pela equipe junto com populares, permitindo a passagem dos veículos.

No Agreste, o bloqueio foi montado no km 97 da BR-423, em Garanhuns. Também foi interditado um trecho da BR-104 próximo ao município de Caruaru, e no km 177 da BR-232, em Belo Jardim.

Enquanto que no Sertão foram registrados bloqueios nos km 80, 143 e 303 da BR-316, respectivamente nos municípios de Ouricuri, Parnamirim e Floresta. Além de interdições no km 142 da BR-428 e km 113 da BR-407, ambas em Petrolina.

FONTE: PORTAL FOLHAPE.

Pastor molestou e matou o filho e enteado no ES, diz polícia


© Reprodução/TV Gazeta

O caso do pastor George Alves Gonçalves, 36 anos, que molestou e carbonizou os corpos do filho e do enteado, de 3 e 6 anos, respectivamente, ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira (23). A Polícia Civil concluiu que o homem estuprou, agrediu e colocou fogo nas crianças ainda vivas, em Linhares, no Norte do Espírito Santo. Gonçalves, foi preso em um hotel no último dia 28.

"O conjunto de indícios nos demonstra que, naquela madrugada, o investigado, inicialmente, molestou as duas crianças, tanto filho biológico Joaquim quanto o enteado Kauã, mantendo um ato libidinoso", afirmou o delegado André Jaretta, de Linhares, em entrevista ao G1. O inquérito será encaminhado à Justiça na próxima semana.

O pastor, preso temporariamente, terá a prisão prorrogada por mais por mais 30 dias. Ele foi indiciado por duplo homicídio triplamente qualificado e duplo estupro de vulneráveis. A soma máxima das penas pode chegar a 126 anos. A mãe das vítimas não está sendo investigada e também não está envolvida na morte das crianças.

FONTE: NOTÍCIAS ao MINUTO.

terça-feira, 22 de maio de 2018

Mãe posta foto com o rosto pintado semelhante à mancha de nascença do filho em MT e atitude repercute na web


Caroline Giraldelli postou foto com o filho (Foto: Instagram/ Reprodução)

A comerciante Carolina Giraldelli, 26 anos, pintou o rosto para ficar semelhante ao filho de 1 ano, Enzo Giraldelli Cestari, que possui uma mancha de nascença no rosto. Ela fez uma foto e postou no Instagram. A imagem de mãe e filho que moram em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, repercutiu nas redes sociais e até nos veículos de comunicação internacionais.

"Isso é apenas um pouco do carinho e amor que a mamãe sente, queria poder sentir em meu rosto um pedacinho de você", diz trecho da mensagem publicada no dia 11 deste mês, pouco antes do Dia das Mães, e que já teve 5,2 mil curtidas.

Carolina contou que não vê diferença no filho e que fez isso para que ele pudesse se identificar e se sentir normal. "Tento adotar atitudes que mostrem ao bebê que não passa de uma pinta. Me saio bem diante do preconceito", disse.

Ela afirmou que não imaginava que fosse ter a repercussão que teve e enfatizou que fez "por amor". "Quero que ele enfrente a sociedade como ele é", declarou.

O caso foi divulgado até pela imprensa internacional. Os jornais britânicos Daily Mail e o The Independent repercutiram o assunto.

Veículos internacionais repercutiram o assunto e mãe fez agradecimento em rede social (Foto: Instagram/ Reprodução)

De acordo com ela, é quase que comum as pessoas olharem "atravessado" para o filho dela, mas que nunca pensou em cirurgia plástica ou qualquer outra medida para tentar retirar a mancha.

Após a postagem, Caroline disse ter recebido mensagens de mães que também têm filhos com manchas de nascença, a elogiando pela atitude.

Por causa da pinta, é preciso alguns cuidados, como não se expor ao sol e, para isso, só sai de casa com protetor solar, bonés e chapéus.

"À medida que ele cresce, a mancha vai clareando, porque a pele vai esticando", explicou. Enzo faz acompanhamento com um dermatologista no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Segundo Carolina, ele não corre risco de ter câncer de pele.

Por Lidiane Moraes, G1 MT

Jovem é preso suspeito de abusar criança de 11 anos por cerca de 7 meses no Sertão



Um jovem de 21 anos foi preso na segunda-feira (21) suspeito de abusar uma criança, de 11, em Santa Cruz da Baixa Verde, Sertão de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, o jovem cometia o crime há cerca de sete meses.

Ainda segundo a polícia, a mãe da menina foi até a delegacia informar que a filha tinha dormido fora de casa e que, possivelmente, estaria na residência do suspeito. Policiais civis conversaram com a vítima e com o suposto criminoso, que negaram o crime, mas depois confessaram.

Na delegacia, o jovem disse que sabia da idade da vítima e que morava perto da criança. O abuso sexual foi confirmado por meio de exames.

O suspeito foi encaminhado ao Presídio de Salgueiro, onde ficará à disposição da Justiça.

FONTE: G1 CARUARU.

Polícia Civil realiza Operação Barra Azul no Agreste de Pernambuco


FOTO: PORTAL no DETALHE.

A Polícia Civil desencadeou na manhã desta terça-feira (22), a 17ª Operação de Repressão Qualificada do ano, denominada BARRA AZUL, decorrente de investigação realizada pela 14ª DESEC (Caruaru), sob a presidência da Delegada Polyanne Farias, com a assessoria do Núcleo de Inteligência do Agreste e da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil-DINTEL.

As investigações tiveram início em 15 de agosto de 2017, tendo por objetivo desarticular uma organização criminosa voltada para prática dos crimes de: homicídios, roubos de cargas, tráfico de drogas e portr ilegal de armas.

A ação tem por objetivo, o cumprimento de 21 mandados de prisão, além de 19 de busca e apreensão domiciliar, nos municípios de Bezerros, Recife, São Caetano e Gravatá-PE.

Na deflagração foram empregados 125 Policiais Civis, dentre Delegados, Comissários, Agentes e Escrivães.

FONTE: PORTAL NO DETALHE.