sábado, 16 de dezembro de 2017

Prefeito de cidade do Mato Grosso é perseguido e morto a tiros



Esvandir Antônio Mendes, prefeito mortoFoto: Reprodução

O prefeito de Colniza, no Mato Grosso, Esvandir Antônio Mendes (PSB), foi assassinato a tiros no final da tarde da última sexta-feira (15) dentro de um carro em uma avenida da cidade. Segundo informações da Polícia Militar, os assassinos estavam em outro veículo, atiraram e fugiram em seguida.

Além do prefeito, o secretário municipal de Finanças, Admilson Santos Ferreira, a primeira-dama Rosemeire Costa e o genro de Vando -como era conhecido o prefeito- também estavam no carro. O secretário foi baleado e está internado em um hospital da cidade. A primeira-dama e o genro do prefeito não sofreram ferimentos.

A caminhonete onde estavam os quatro foi perseguida por cerca de 15 quilômetros na rodovia BR-174. O prefeito, que dirigia o veículo e estaria voltando de Cuiabá, a 1.065 km de distância, tentou escapar da perseguição e dos tiros, mas foi alcançado na entrada de Colniza, bateu o veículo e não resistiu aos ferimentos provocados pelos tiros.

O carro parou em um posto de gasolina e fotos que circulam nas redes sociais mostram o veículo com várias marcas de tiros.

Vando tinha 61 anos e, além de político, era empresário do setor de transportes. Ele era proprietário de uma empresa de ônibus. Na administração anterior, era vice, mas assumiu o cargo de prefeito em abril de 2016 após a cassação do titular, Assis Raup (PMDB). Nas eleições de outubro de 2016 foi reeleito com 51,14% dos votos.

Segundo a Secretaria de Segurança de Mato Grosso, policiais militares e civis da região noroeste do Estado procuram os assassinos. Policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cuiabá vão ao município para ajudar na investigação.

O governador Pedro Taques, o secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, o comandante geral da Polícia Militar, coronel Marcos Cunha, e o delegado geral da Polícia Judiciária Civil, Fernando Vasco, também vão ao município acompanhar as buscas e as investigações.

FONTE: PORTAL FOLHAPRESS.

Policial civil é morto com tiro na nuca na Mata Norte



Fábio Alexandre Nunes da SilvaFoto: Cortesia

Um comissário da Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) foi assassinado com um tiro na nuca dentro do seu carro na manhã deste sábado (16), na cidade de Glória do Goitá, na Mata Norte de Pernambuco. O crime aconteceu às margens da rodovia estadual PE-050, nas proximidades do Sítio Azeitona, por volta das 7h. 

O policial Fábio Alexandre Nunes da Silva era comissário da Delegacia de Polícia Civil da cidade de João Alfredo, no Agreste. Policiais do 21º Batalhão da Polícia Militar (BPM) isolaram o local. Agentes da Polícia Civil também foram ao local do crime para dar início às investigações e perícia.

FONTE: PORTAL FOLHAPE.

Acusado de matar ex companheira é assassinado em Garanhuns.



Moacir (fotos AGRESTE VIOLENTO)

Foi assassinado na manhã desse sábado, na Av. Júlio Brasileiro, o ex-presidiário Moacir José Bezerra Filho, de 36 anos. Moacir foi assassinado por dois homens que estavam em uma moto de dados não informados, que disparam contra a vitima, que morreu no local.

foto ( Agreste Violento)

Moacir foi preso no ano de 2010, acusado de mandar matar a ex mulher, a enfermeira Micheline Urquiza, que foi morta quando chegava em sua casa no Bairro de São José.

Micheline quando foi assassinada estava a alguns meses separada de Moacir, e o crime aconteceu uma semana depois da primeira audiência de separação. 

Governo entrega bonecas com pênis a crianças e ação gera revolta em Goiás



Reprodução/Facebook
Distribuídas em uma parceria entre uma ONG e o governo estadual de Goiás, as bonecas deixaram pais revoltados

A distribuição de bonecas com pênis gerou revolta em alguns pais no estado de Goiás. Os brinquedos foram entregues em diversas cidades pelo governo estadual, em uma ação natalina promovida junto à Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), na última quarta-feira (13), e originaram muitas discussões nas redes sociais.

De acordo com nota da OVG, a entrega dos bonecos faz parte do Projeto Show de Natal, uma parceria com o governo estadual, e deve entregar diversos brinquedos em 246 municípios do estado. Crianças de cidades como Novo Gama, a 40 quilômetros de Brasília, receberam bonecas com roupas cor de rosa e o órgão genital masculino, o que gerou confusão por que alguns dos pais pensavam que os brinquedos representavam o sexo feminino.

O caso foi parar nas redes sociais e muitos pais e moradores do estado se manifestaram contra a entrega dos brinquedos. Para muitos deles, a presença de um pênis em um boneco feminino seria a representação de uma pessoa transgênero e uma forma de difundir a chamada "ideologia de gênero" entre as crianças.

Um dos pais, também contrário ao brinquedo, publicou um vídeo em que um dos bonecos é desembalado e revela o órgão sexual masculino.

Resposta da Organização das Voluntárias de Goiás

Em nota publicada no site da OVG na última quinta-feira (14), a organização explica que realizou uma coletiva de imprensa para esclarecer algumas questões sobre o caso. No evento, o diretor geral da ONG, major Augusto, revelou estar surpreso com a polêmica. "A intenção é levar alegria às crianças , reforçar os vínculos e estimular o espírito natalino nas pessoas", disse sobre a distribuição dos brinquedos, que acontece desde 1999.

Segundo a organização, os bonecos entregues neste ano são os mesmos distribuídos em 2016, e foram adquiridos após pesquisa de mercado. O diretor ainda salientou que todos os presentes atendem às especificações técnicas definidas por órgãos de controle.

Além deles, carrinhos tipo Fórmula-1, brinquedos educativos do tipo learning pad , bolas de vôlei e futebol, maletas e pintura e jogos de dominó também estão sendo entregues às crianças. 

“Mas é claro que respeitamos a opinião das pessoas. A OVG está aberta a sugestões e críticas e também nos colocamos à disposição para receber as devoluções de brinquedos, os pais têm a opção de escolha de outros itens que estão sendo distribuídos em todo o Estado”, disse Augusto.

Revolta em Jataí 

Vereadores da cidade de Jataí, sabendo que os brinquedos poderiam ser entregues para as crianças da região, enviaram ainda na quarta-feira (13) um ofício para o prefeito Vinícius de Cecílio Luz (PSDB) com o objetivo de impedir a distribuição dos bonecos.