segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Agentes da AMSTT, deixam cidadão revoltado.




Um cidadão fez uma grave denuncia contra a AMSTT em sua rede social, segundo o cidadão, o caso aconteceu quando o mesmo se dirigia junto com a sua família para um parque da Cidade, quando seu veiculo foi atingido por um motoqueiro, que pasmem meus caros amigos, teve a cara de pau de assumir que não tinha habilitação, e que o mesmo, era amigo dos dois agentes da AMSTT, que atendiam a ocorrência, logo depois pegou sua moto e partiu, e nada segundo o cidadão foi feito por parte dos agentes, deixando o cidadão extremamente revoltado com toda a situação.

Quer dizer, que alguns agentes da AMSTT, fecham os olhos para as ocorrências em que os envolvidos sejam seus amigos? Quer dizer que alguns agentes da Autarquia, escolhem quem deve ou não, ser punido por alguma infração?

Não é de hoje que alguns agentes da AMSTT, são acusados por essa e outras atitudes, que denigrem a imagem da AMSTT perante toda a população, e nada aparentemente é feito para coibir os desmandos de alguns agentes, que estão deixando muito a desejar com essas atitudes arbitrárias.

A LEI É PARA TODOS OU NÃO?






Pedreiro é morto a tiros dentro da casa onde morava em Garanhuns



Um pedreiro de 30 anos foi morto a tiros na noite do domingo (22) em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, o crime ocorreu dentro da casa onde a vítima morava.

Ainda segundo a PM, o homem estava na residência quando três criminosos se aproximaram, efetuaram os disparos e fugiram em seguida.

A vítima chegou a ser levada para o Hospital Regional Dom Moura, mas não resistiu aos ferimentos. O caso será investigado pela Polícia Civil.

FONTE: G1 CARUARU.

Preso suspeito de estupros pode ter feito 8 mulheres vítimas no Agreste de Pernambuco



Polícia Civil apresentou detalhes na coletiva de imprensa (Foto: Ana Rebeca Passos/Tv Asa Branca

A Polícia Ciivil realizou na manhã desta segunda-feira (23) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, uma coletiva de imprensa para passar detalhes da prisão de um suspeito de cometer estupros em cidades da região.

De acordo com as informações repassadas, seis casos já foram confirmados e dois estão em investigação. Os crimes cometidos pelo homem de 29 anos, segundo a polícia, aconteceram em Belo Jardim e São Bento do Una. Há suspeitas de estupro também em Caruaru, já que ele morava na cidade.

Segundo a delegada Luciana Almeida, o suspeito invadia as casas, rendia a família, estuprava a mulher e roubava o que podia. "Ele ainda é acusado de casos de roubo e qualquer local que ele percebesse vulnerabilidade entrava e agia. Ele colocava os maridos em locais distantes e estuprava as vítimas. Com o retato falado, conseguimos chegar a prisão", disse.

Ainda de acordo com a delegada, as vítimas não tinham um perfil definido. "O que chama atenção é a maneira que ele atuava. Usava muito terror, com muita violência e até com idosas", disse.

Responsável pelas investigações, o delegado Rômulo Holanda explicou que a partir da apreensão de um celular, chegaram a prisão do suspeito. "Um celular roubado em Garanhuns foi encontrado na feira do troca, aqui em Caruaru. A partir de então, recuperamos vários celulares e chegamos a um retrato falado", disse.

Ainda de acordo com o delegado, o suspeito estava foragido do sistema prisional. "Ele apoveitou um fim de semana que foi liberado para ir em casa e não voltou. Nesse fim de semana ele estuprou uma mulher em Belo Jardim e cometeu três assaltos", explicou.

O homem foi levado para o presídio Desembargador Augusto Duque, em Pesqueira.

FONTE: G1 CARUARU.

sábado, 21 de outubro de 2017

Estamos parando de viver!




Perdemos a vontade de conviver com nossos semelhantes, vizinhos, com nossos amigos e até familiares, perdemos a vontade de sermos plenamente livres, de sorrir, de viver, perdemos a vontade de entender as diferenças, paramos de ser cem por cento humanos, mas ninguém teve ou tem vontade de perceber isso.

Estamos interligados por uma tela com bilhões de cores, o mundo está a um click de nossos olhos, e ao mesmo tão distante da percepção da verdadeira felicidade, estamos cheio de informações, cheios de opiniões, cheios de sabedorias vulgares, cheio de certezas e vivendo o desespero da incerteza do amanhã.

Somos juízes implacáveis, somos a lei suprema que condena a vida alheia, somos a desordem, a anarquia, somos a incapacidade de amar. Somos o combustível da intolerância, a alma do rancor, a voz da violência, a ausência  de compaixão, somos a modernidade da insanidade, somos deuses, estamos virando maquinas implacáveis e esquecendo de ser apenas seres humanos. 

TEXTO: EDUARDO BARROS.